Skip to content Skip to footer

Feature in Globo (Brazil)

Globo (Brazil), 19 May 2013
A pianista Hélène Grimaud toca pela primeira vez no Rio neste domingoDimensão poética. Hélène é conhecida por suas interpretações ousadas Foto: Divulgação / Agência O Globo RIO – No universo clássico, poucas figuras são mais midiáticas do que a dela. Aos 44 anos, a francesa Hélène Grimaud faz parte de um grupo seleto de solistas capazes de lotar uma sala apenas por sua presença. Bonita, autora de livros e militante ecológica (ela mantém uma reserva para lobos nos Estados Unidos), tornou-se um rosto recorrente nos canais de TV de seu país. Mas, para além do marketing e da fama de popstar, Hélène é também uma intérprete singular, respeitada pela maneira como desafia as convenções pianísticas. Sua ousadia poderá ser conferida pela primeira vez no Rio, neste domingo, às 17h, no Municipal. Com a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), sob regência do maestro Roberto Minczuk, a artista apresenta o "Concerto nº 5 em Mi Bemol Maior", mais conhecido como "Imperador", de Beethoven. Último dos cinco concertos para piano do compositor alemão, a peça foi escrita em um contexto histórico delicado: o aumento da perda da audição de Beethoven e o bombardeamento de Viena pelos franceses. Sua dificuldade de execução e seus inúmeros contrastes exigem um virtuosismo bem ao gosto de Hélène (só o primeiro andamento conta com 600 compassos).

via Globo

(…)

Share: